sexta-feira, 23 de julho de 2010

Dicas para Mochileiros Iniciantes (Orçamento)

Muitos visitantes do blog me perguntam sobre valores em um trip, quanto custa ir aqui ou ali tantos dias... Colocar alguns valores no blog geralmente não é interessante, pois as mudanças de preços são efêmeras, como também os serviços evoluem... Como exemplo sito a Visita a Machu Picchu feita pela trilha Inca, há alguns anos atrás quando fui pela primeira vez, custava 55 dólares, e, bastava chegar e subir o morro, ano passado era necessário agendar com 6 meses de antecedência, custava quase 200 dólares e criaram uma trilha alternativa... Então, nesse post vou mostrar uma maneira fácil de calcular sua trip, com apenas 10 passos:



1º Passo: Depois que descobriu aonde quer ir, quanto tempo vai ficar, estude um pouco os locais pela net, revistas, documentários...

2º Passo: Antes de montar seu orçamento, é necessário saber quantas cidades vai conhecer, o que se tem para conhecer em cada uma delas (As atrações) e em quanto tempo se pode levará para conhecer essas atrações...

3º Passo: Vamos dividir nossa planilha financeira em: Hospedagem, Alimentação, Transporte de uma cidade para outra, Transporte dentro da cidade, Atrações e outros.

4º Passo: Hospedagem! O que ‘eu’ escolho como mochileiro para ficar em minhas trips é um local barato, que tenha uma cama e um banheiro de preferência com ducha quente (mas as vezes isso não é possível) e que seja próximo do terminal rodoviário, ou das atrações turísticas, se tiver café da manhã melhor ainda; nessas viagens não ligo para conforto ou privacidade, tenha sempre em mente o seu estilo de viagem. Para o orçamento geralmente faço uma média, na América Latina e Ásia os albergues são geralmente mais caros ou do mesmo valor que pousadas mais simples, na Europa o Albergue é uma ótima solução, para quem faz uma viagem mais longa e sem pressa, o counch surfing é uma dica. Você pode encontrar diárias de 20 a 40 reais... Quando chegar à cidade pesquise bastante, por isso o ideal é não levar muito peso na mochila, para não cansar nessas caminhadas. O cálculo feito aqui são para viajantes solitários, quanto mais pessoas vão junto, mais se economiza nas diárias... Para fazer o orçamento sempre pego o valor maior (40 reais) e multiplico pelas quantidades de noites que pernoitarei durante a trip. Lembre-se que viajando de uma cidade para outra durante a noite você economiza uma diária.

5º Passo: Alimentação! Inclua nesses valores, café da manhã, almoço e janta... Geralmente procuro os restaurantes menos turísticos, geralmente pra economizar faço uma grande refeição, e na outra como bolachas, ou algo do gênero. Durante minha estadia em uma cidade, procuro comer alguma coisa típica, mas não necessariamente ir num restaurante típico, os valores são exorbitantes... Também procuro comprar alguma coisa em mercados e feiras, e preparar meu próprio lanche, às vezes sai mais em conta. Neste calculo, para a América latina e Ásia, uns 12 reais para cada refeição é mais que suficiente e para o café, uns 6 reais. Na Europa ou América do Norte, duplique esses valores... Então multiplique os valores da alimentação (30 reais) pela quantidade de dias de sua trip...

6º Passo: Transporte! Nesse caso é necessário uma pesquisa detalhada, que se deve colocar no papel, quantos trechos de locomoção serão feitos entre cidades, se de avião, trem, ônibus... A dica é tentar fazer um roteiro circular, para não ter que voltar todo caminho já feito, se economiza tempo e dinheiro... Meu transporte predileto é o “Trem” com viagens noturnas, que duram de 12 a 6 horas de uma cidade a outra... Calcule os valores de todos transportes realizados durante a trip e coloque em sua planilha...

7º Passo: Transportes Internos! Antes de viajar estude o mapa das cidades que pretende visitar (essa é a parte que mais gosto!) pelo Google Earth da pra fazer isso, localize no mapa, as atrações turísticas, os terminais rodoviários, calcule as distâncias, analise se as distancias a percorres são muito longas ao seu perfil, e calcule durante os dias de permanência em cada cidade quantos transportes públicos ira se locomover, tirando Europa e Brasil, que é quase 1 euro o transporte público, nos demais países não passa de 0,50 centavos de reais... “Eu” táxi nem pensar! Só se tiver em número superior a 3 mochileiros, para começar a valer a pena, quando possível alugo uma bike, para conhecer a cidade de forma mais rápida e divertida. Na Ásia, negocie antes de entrar em um rickshaw (Tuc-Tuc);

8º Passo: Atrações! Pesquise aproximadamente os valores de cada atração que pretende conhecer e coloque em sua planilha. Algumas atrações são gratuita em determinados dias da semana, e outras não abrem, por isso planeje bem seu roteiro.

9º Passo: Outros!! Chamo de outros, as ligações para casa, se comunicar com a família via net é mais barato. As lembrancinhas, geralmente trago pedrinhas, é de graça... Rsrs, alguma coisa que falta comprar, como pasta de dente que acabou, etc. Para isso, calculo uma média de 5 reais por dia...

10º Passo: Hora de somar tudo! Quanto deu? Muito, pouco? Independente do montante calculado, leve o dobro. Exemplo: a somatória final deu ‘mil dólares’, leve dois mil, tente gastar 500 dólares... Durante a viagem no final do dia, faça um balancete, na preparação da viagem você tem um valor diário de custos, veja quanto gastou naquele dia, se foi maior do que o esperado, descubra onde os gastos estão elevados e tente corrigir isso nos próximos dias...

 Lidar com o dinheiro durante a viagem e tentar chegar ao final da viagem tendo gasto metade do valor estipulado, é uma das artes em ser mochileiro!


Leia!!! Mais artigos relacionados:

3 comentários:

  1. Oi Marcelo, adorei as suas dicas. Estou planejando ir a India nesse esquema barato para fotografar no inicio de 2011, estou fazendo orcamento, as suas dicas me ajudaram muito. Voce esta em SP? vejo que ja foi a india, gostaria de trocar ideia mais detalhada sobre isso com vc se possivel.
    Obrigada
    Elza

    ResponderExcluir
  2. Olá Elza, tudo bem? Que show, vc vai pra india também, o país é incrével... Eu estou em Sampa sim, claro que podemos conversar sobre a India, afinal falar sobre viagens que foram e que serão sempre é fascinante... Obrigado por visitar o Blog, inté!!

    ResponderExcluir
  3. Adorei seus posts, estou montando meu tcc que é relacionado a viagens e turismo suas experiencias estão me ajudando muito na parte de dicas!

    Ana Gabriela

    ResponderExcluir